segunda-feira, 18 de junho de 2018

Apartamento pronto ou na planta: qual a melhor opção?


Apartamento pronto

Mais burocracia, mas maior segurança

Investimento inicial

Instalações

Apartamento na planta

Menos preocupações com a documentação

Facilidade no pagamento

Instalações modernas e flexibilidade para customizar

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Os apartamentos de alto padrão não param de crescer.

Os apartamentos de alto padrão não param de crescer. Eles são cada vez mais procurados por aqueles que buscam maior comodidade e uma qualidade de vida diferenciada para a família.
Apesar de o valor de investimento ser mais elevado, os imóveis desse tipo oferecem uma série de exclusividades. Por esse motivo, têm valorização garantida no mercado, principalmente se for comprado na planta.
Se você está pensando em adquirir um imóvel como este, veja a seguir 6 das principais vantagens que um apartamento de luxo oferece. Acompanhe!

1. Localização privilegiada

Um grande diferencial dos apartamentos de alto padrão é a localização. É um pré-requisito que o imóvel esteja localizado em bairros nobres da cidade, que oferecem conforto para os moradores.
Os bairros dispõem de centros comerciais completos, com todos os produtos e serviços de que você precisa no dia a dia. Sendo assim, você não precisará ir longe de casa ou enfrentar trânsito para encontrar padarias, supermercados, bancos, postos de combustíveis, restaurantes e outros comércios essenciais.
Além disso, os bairros geralmente têm parques ou praças para o lazer da família. Você também poderá contar com policiamento e segurança no local onde mora, para ficar tranquilo ao fazer suas atividades na região.

2. Arquitetura e design

Um apartamento diferenciado precisa de um projeto arquitetônico exclusivo. Então, eles vêm assinados por arquitetos ou designers de renome, que criam projetos requintados e elegantes.
Os condomínios recebem os melhores acabamentos, como mármores, granitos e porcelanatos. Além disso, estão sempre inovando, apresentando diversas tendências do mercado de arquitetura, como é o caso de revestimentos 3D. Os metais e louças dos apartamentos — como torneiras, cubas e bacias sanitárias —, também recebem uma atenção especial.
Quando o apartamento é comprado ainda na planta, é possível realizar modificações nas divisões internas e fazer alterações de revestimentos e armários. Desse modo, você pode contratar um profissional para elaborar um projeto personalizado para a sua família.
Mas não se engane. Um apartamento de luxo nem sempre tem uma área muito grande. Com a diminuição no número de pessoas das famílias, hoje em dia muitos consumidores preferem morar em apartamentos menores. Porém, eles são otimizados para o melhor aproveitamento e distribuição dos espaços.
São empregadas as técnicas mais avançadas e materiais de alta qualidade para oferecer o melhor aos moradores. Dessa maneira, é possível garantir que o empreendimento seja valorizado, não só no momento da construção como também no futuro.

3. Infraestrutura de lazer e serviços

A área de lazer de edificações de alto padrão também recebe projetos sofisticados, bem como paisagismo. Sendo assim, você poderá contar com estruturas completas com piscina (aquecida ou não), quadras de esportes, sauna, academia, salão de jogos e de festas. As crianças também podem se divertir em áreas voltadas especialmente para elas, como brinquedotecas e parquinhos.
Fora isso, os condomínios de luxo proporcionam alguns serviços para que você tenha a comodidade de não precisar sair de casa. Entre os benefícios mais comuns, podemos citar os serviços de personal trainer, massagistas, espaços de coworking e salões de beleza.
Nessa mesma linha, também é comum encontrar condomínios que oferecem serviços pay-per-use. Nesse modelo, o morador pode pagar por benefícios extras como lavanderia, limpeza do apartamento e pequenos reparos em casa.

4. Tecnologias avançadas

Além do design diferenciado, também são utilizadas tecnologias de ponta para deixar tudo ainda mais moderno e confortável. Uma das grandes inovações é a automação. Com ela, você consegue resolver atividades básicas do dia a dia pelo seu smartphone.
Assim, pode-se incluir a automatização de ar-condicionado, cortinas, portas e janelas, por exemplo. Fora isso, alguns apartamentos possuem banheiras ou jacuzzi com automação, fazendo com que você possa preparar seu banho antes mesmo de chegar em casa.
Se o objetivo for aumentar a segurança, a automação de ambientes também permite que você controle luzes, câmeras e alarmes de forma remota, com dispositivos portáteis.
Fora a tecnologia da automação, os empreendimentos de luxo também contam com facilidades como biometria para acesso a elevadores, e senhas para abertura das portas de entrada dos apartamentos.

5. Iluminação diferenciada

Os projetos de iluminação desses apartamentos são desenvolvidos para valorizar ao máximo os ambientes. Assim, com a automação, citada anteriormente, é possível criar cenas de iluminação. Por exemplo, você pode ter uma cena de “chegar em casa”, que acende as luzes das salas e do corredor, e outros circuitos personalizados de acordo com seus hábitos.
Nos projetos, a intenção é tornar os ambientes mais aconchegantes. Logo, vários recursos são utilizados, como iluminação por spots, sancas no forro de gesso e arandelas, que criam uma luz indireta. Para a iluminação geral são usados os plafons centrais em cada cômodo.
A luz tem capacidade de modificar completamente a sensação e a percepção dos espaços. Por isso, em apartamentos de alto padrão, um bom projeto não pode ser negligenciado. Além disso, os espaços comuns como hall de entrada, áreas de lazer e jardins também contam com iluminação sofisticada e elegante.

6. Alta privacidade e segurança

Os empreendimentos de luxo prezam pela segurança de seus moradores. Por isso os condomínios investem em muros altos, cercas elétricas e serviços de porteiro 24h. Câmeras de segurança também podem ser instaladas nas áreas comuns do prédio, como hall, corredores, garagens e áreas de lazer.
Da mesma forma, alguns condomínios contam com monitoramento do entorno da edificação. Além disso, os elevadores podem ter identificação por biometria e algumas áreas são bloqueadas com senhas de acesso.
Para garantir a privacidade dos moradores, os apartamentos podem ter isolamento acústico. Algumas edificações possuem ainda equipamentos e ambientes particulares, como elevadores e áreas de lazer privativas, com sauna piscina e espaço gourmet.
Por fim, se você decidiu comprar um apartamento de luxo, é preciso contratar um serviço de confiança para auxiliá-lo na procura. Então, lembre-se de entrar em contato com uma imobiliária conceituada, que tenha experiência no mercado. Ela será a responsável por entender todas as suas necessidades e encontrar um imóvel que atenda seu perfil.
Neste post, mostramos as grandes vantagens e inúmeros benefícios dos apartamentos de alto padrão. Como você pôde perceber, são várias exclusividades oferecidas para atrair os consumidores mais exigentes, proporcionando comodidade e funcionalidade.

sábado, 26 de maio de 2018

O que considerar antes de começar uma reforma?

Toda obra que altera uma edificação deve ter um projeto feito por um arquiteto ou engenheiro

A reforma de um apartamento demanda ações e autorizações que não são necessárias em casas. Todas as alterações feitas em um prédio, sendo ele comercial ou apartamento, devem ser comunicadas ao síndico. Ao decidir reformar seu apartamento, deve levar em conta à estrutura do condomínio, pois quebrando um lugar errado pode comprometer alguma viga de sustentação do prédio.
É necessário planejamento antes de começar a reforma no seu apartamento. Por exemplo, definir o cronograma de obra pode ser complicado se você não tem experiência no assunto, por isso a importância de arquitetos e engenheiros, principalmente em obras em prédios. O planejamento da reforma também inclui os custos, desde com itens de lojas de materiais de construção até o valor pago aos pedreiros que trabalharam na obra.
Toda obra que altere uma edificação deve ter um projeto feito por um arquiteto ou engenheiro. Os projetos devem conter memorial descritivo, plantas, cronograma e  RRT (Registro de Responsabilidade Técnica). Reparos como pintura de paredes não precisam desses documentos.
Quanto ao entulho gerado pela obra, cabe ao morador responsável contratar uma caçamba para recolher os entulhos e se certificar que a empresa deposita o lixo em lugares adequados.  Já ao barulho causado pela obra, a lei 3688/41 determina que não se pode perturbar o sossego alheio. Cabe ao morador fazer a reforma no horário permitido pelo prédio. Normalmente prédios comerciais só permitem reformas no período que não está ocupado, ou seja, a noite e de madrugada.

Reformas que necessitam de RRT

  • Fazer furos ou buracos nas paredes, lajes, vigas ou pilares;
  • Derrubar uma parede e unificar ambientes;
  • Depositar materiais de construção ou entulhos de obra em excesso ou instalar equipamentos pesados;
  • Colocar ou tirar portas, janelas e fechamentos;
  • Instalar banheiras ou jardins de inverno, mesmo na sacada ou terraço; – Instalar ou reformar equipamentos de prevenção a combate a incêndio; – Acrescentar ou alterar dutos de fiação elétrica;
  • Reformar o encanamento hidráulico ou de gás;
  • Retirar piso ou revestimento com ferramentas de alto impacto;
  • Fazer instalações de aquecedores de gás;
  • Instalar piso sobre piso existente;
  • Trocar o azulejo sem uso de rompedores ou marteletes;
  • Colocar gesso no teto com uso de pistolas de fixação e pregos e pinos


Cliente - entenda alguns termos do mercado imobiliário

Cliente - entenda alguns termos do mercado imobiliário

www.andersonmartins.com.br


Na hora de comprar ou vender um imóvel, ou até mesmo pelo conhecimento, é importante saber o significado de termos e siglas que permeiam o mercado imobiliário e, assim, ficar mais confiante e seguro na hora de conversar com seu corretor e fechar negócio.

Alienação fiduciária

Quando você compra um imóvel financiando, por exemplo, o bem fica em nome do banco, alienado, até que seja honrado todos os compromissos financeiros entre as partes. Caso o comprador não possa quitar sua dívida ou ultrapasse um tempo estipulado em contrato, o fiduciário (credor) pode retomar o imóvel do fiduciante (devedor).

Hipoteca

Quando o imóvel é colocado como garantia de pagamento da dívida. Similar à alienação fiduciária, o imóvel passa ao domínio do credor para que, em caso de inadimplência, possa ser tomado para a quitação do saldo da dívida e demais encargos.

Zoneamento

Faz parte do planejamento urbano, geralmente em nível municipal, que determina quais atividades pode ser estabelecidas em uma determinada área da cidade. Existem zonas mistas, onde se encontra imóveis residenciais, comerciais e industriais; outras que são majoritariamente residenciais; outras ainda dedicadas exclusivamente à indústria. Também pode ser aplicado restrições quanto à altura das construções e quantidade de unidades – o que vai influencia diretamente no trânsito de uma região, por exemplo.

Alvará

Quando você vai estabelecer um comércio ou indústria, precisa estar adequado a uma série de regras sanitárias e contra incêndios. Os critérios para obtenção do alvará variam de cidade para cidade, assim como pelo tipo de atividade. Por exemplo, uma pararia terá regras sanitárias rígidas já que lida com alimentos, enquanto uma serralheria terá uma rigidez muito mais elevada contra incêndios.

SFH (Sistema Financeiro de Habitação)

É o sistema de financiamento que se enquadram os imóveis de até R$ 950 mil para SP, MG, RJ e DF; e até R$800 mil para os demais Estados – nos valores atuais (maio/2018).

SFI (Sistema Financeiro Imobiliário)

São os imóveis que não se enquadram no SFH. Ou seja, acima de R$ 950 mil em SP, MG, RJ e DF e acima de R$ 800 mil para os demais Estados. A garantia utilizada nestes financiamentos são, geralmente, alienação fiduciária e hipoteca.

Nota promissória

Documento assinado para firmar acordo por escrito, de cunho oficial, do qual se expressa a promessa de pagamento de um valor até uma data limite.

Bancos privados também diminuem taxa de juros sobre financiamento imobiliário

Bancos privados também diminuem taxa de juros sobre financiamento imobiliário

www.andersonmartins.com.br


O mercado imobiliário em sua fase de reaquecimento ganha ainda mais potência para sua recuperação. Seguindo o movimento da Caixa Econômica Federal em baixar juros, bancos privados também fizeram modificações em suas linhas de financiamento imobiliário.
O momento que vive nosso mercado, após turbulências econômicas de anos anteriores, parece ser realmente de engrenar na tendência de recuperação e, sobre isto, a movimentação do mercado de crédito é plenamente positiva. Veja a tabela comparativa entre os principais bancos:

Banco
SFH
SFI
Caixa
a partir de 9% ao ano + TR
a partir de 10% ao ano + TR
Banco do Brasil
a partir de 8,99% ao ano + TR
a partir de 9,35% ao ano + TR
Itaú Unibanco
a partir de 9% ao ano + TR
a partir de 9,5% ao ano + TR
Bradesco
a partir de 8,85% ao ano + TR
a partir de 9,3% ao ano + TR
Santander
a partir de 8,99% ao ano + TR
a partir de 9,49% ao ano + TR

O perfil do cliente e tempo de relacionamento com o banco, assim como o valor do imóvel e renda do comprador podem influenciar os juros a serem aplicados ao financiamento.
Outro ponto positivo teste reaquecimento são os limites de financiamento que voltam ao patamar dos 80% do valor do imóvel. Entre os apresentados, somente a Caixa difere seu limite financiável entre imóvel novo e usado. Confira abaixo:

Banco
limite do financiamento
Caixa
80% do valor para imóveis novos e 70% do valor para usados
Banco do Brasil
Até 80% do valor do imóvel
Itaú
82% do valor do imóvel, com valor mínimo de R$ 80 mil
Bradesco
Até 80% do valor do imóvel
Santander
Até 80% do valor do imóvel, podendo incluir mais 5% para despesas como ITBI e registro

A dica para este momento é comparar, claro, mas também avaliar e confrontar propostas entre bancos, levando ofertas da concorrência para pechinchar melhores condições e benefícios.