domingo, 30 de agosto de 2015

Como vender para clientes indecisos?

          Como vender para clientes indecisos?

         

         

Na hora de fechar uma compra, muitos clientes costumam ficar com o pé atrás e começam a se questionar se aquele realmente é um bom negócio. No mercado imobiliário, esse dúvida costuma ser maior, por conta dos altos valores envolvidos e por, em muitas vezes, ser o maior investimento da vida do cliente.
Para evitar que o cliente tenha dúvidas, é preciso ter muito jogo de cintura e usar os argumentos certos. Hoje trouxemos três dicas simples, mas que podem fazer toda diferença.
1) Saiba escutar: Se você estiver preocupado apenas em fazer a venda e oferecer o imóvel, provavelmente não vai prestar atenção no que seu cliente está te falando e pode deixar passar algum ponto importante para o fechamento. Além disso, somente conhecendo bem seu cliente você pode definir o perfil de compra e como deve ser o imóvel.
2) Crie um vínculo de confiança: Imagine se você estivesse no papel do comprador. Você deixaria seu investimento na mão de qualquer um? Pois é, seu cliente também não. Por isso, seja sincero, demonstre que se importa com as pessoas envolvidas. Você também pode tentar demonstrar por meio de outras vendas que já realizou, sua credibilidade no mercado.
Caso seu cliente continue com dúvidas, use frases como “esse é o melhor negócio que você poderia fazer nesse momento”, ou, “com a minha experiência, garanto que não vai se arrepender”.

3) Seja ágil: Esse ponto pode ser o mais importante da venda. Um corretor precisa estar atento para não deixar passar o momento da venda. Se seu cliente já se decidiu, comece a providenciar a documentação. Ou melhor: já tenha ela pronta. Assim, o comprador não terá tempo de mudar de ideia.
Mas tenha cuidado: ser ágil não significa ser desatencioso e precipitado. Se você  ficar muito ansioso para fechar a venda, pode acabar tendo o efeito contrário ao que deseja!

Dicas para banheiro pequeno decorado

Ter um cômodo pequeno em casa, não significa não poder deixá-lo bonito e aconchegante. Há diversas formas de otimizar o espaço. Uma dica simples é utilizar espelhos para fazer com que o banheiro pequeno decorado pareça maior. Um espelho ocupando boa parte da parede, combinado com box de vidro, dá a sensação de amplitude, fazendo o pequeno espaço parecer maior.

Dicas para banheiro pequeno decorado

Banheiro pequeno decorado com pastilhas
Espelho grande amplia o espaço
Os móveis claros e o detalhe colorido dentro do box também ajudam a deixar a composição mais completa e bonita, por isso a escolha das cores é muito importante. Procure utilizar cores que transmitam tranquilidade e  leveza, como o branco. Isso vai fazer com que seu banheiro pareça mais amplo, além de mais agradável e confortável. Tons mais escuros tendem deixar o banheiro pequeno decorado ainda menor.
Banheiro pequeno decorado com nichos
Nichos ajudam na organização
Cores mais vivas e podem ser utilizadas no detalhes. Um banheiro pequeno decorado com branco combinado com detalhes coloridos traz alegria. Nesse banheiro,de forma sútil, foram colocadas essas pequenas bolas, que deram uma nova sensação ao  banheiro pequeno decorado.Para quem gosta de sair da monotonia, o uso dessa dica é favorável. As pastilhas, por exemplo, são muito usadas em banheiros e podem trazer “aquele toque”que faltava. De uma forma simples, tudo pode se tornar mais expressivo, além de mais moderno.
979-banheiro-projeto-agra-vila-leopoldina-janaina-leibovitch-viva-decora
Papel de parede clean

Algo também muito interessante são os nichos, que podem ser utilizados no  banheiro pequeno decorado para guardar objetos e utensílios diversos, além de decorar e reduzir a utilização dos poucos metros quadrados. Eles são ótimos para qualquer ambiente pequeno, e existem muitas maneiras de combiná-los. A falta de espaço não impede o uso, já que podem ser postos em vários locais, como junto à bancada ou até mesmo acima do vaso sanitário. As prateleiras também são versáteis e comparadas aos nichos, possuem as mesmas qualidades e funções.

5285-banheiro-decorado-em-santos-sesso-dalanezi-arquitetura-design-viva-decora
Pastilhas monocromáticas
Quanto aos móveis, opte pelos que não são largos. Evite poluir o ambiente, use o que for realmente necessário e aposte em alguns acessórios, dessa forma, se aproveita o espaço. Quadros e pequenos arranjos de flores podem fazer grande diferença, use-os para complementar seu banheiro. Esses pontos de cor trazem mais harmonia e fazem muita diferença!
9979-banheiro-residencial-by-arquitetura-viva-decora
Prateleiras em vidro
Decorar um ambiente pequeno, como o banheiro, pode parecer difícil, mas na verdade se as dicas certas forem utilizadas, fica simples e fácil! Tudo deve ser muito pensado, da cor da parede aos pequenos detalhes da decoração.
É só buscar as inspirações certas!

Apartamentos pequenos: dicas de decoração

Atualmente são cada vez mais frequentes apartamentos pequenos ou com áreas reduzidas, limitando as possibilidades de decoração. Mas com um bom planejamento é possível resolver essas dificuldades. Algumas dicas são importantes na hora de decorar apartamentos pequenos, para que seja possível proporcionar um melhor aproveitamento e funcionalidade dos ambientes.
Antes de qualquer coisa, é importante um primeiro passo: pegar o lápis e o papel e anotar tudo o que você deseja ou pretende ter em cada ambiente. Faça um layout com as medidas de cada móvel e decoração que pretende colocar, para que as proporções dos móveis sejam harmoniosas e a circulação preservada.

Confira dicas e sugestões para decorar apartamentos pequenos


1 – Um belo espelho não pode faltar em espaços pequenos, uma vez que transmite leveza e sensação de amplitude. Mas cuidado onde colocá-lo. O lugar ideal, em apartamentos pequenos, é em paredes que não reflitam locais com muita informação como estantes e home theaters. Já acessórios decorativos e plantas ficam bem legais refletidas nele. Muito usado em sala de jantar e em corredores estreitos, o espelho necessita de limpeza constante.
2 – É fundamental ter móveis planejados em pequenos ambientes, tornando possível projetar armários e estantes funcionais e que atendam a todas as necessidades. Em apartamentos pequenos, os móveis multiuso também são bem- vindos, como puffs para os pés que também podem ser um porta treco, uma cama baú que pode se guardar as roupas de cama embaixo, entre outros.
apartamentos pequenos sala de estar
Apartamentos pequenos: Sala de estar

3 – Ambientes integrados é uma ótima solução para apartamentos pequenos. Uma cozinha americana vai muito bem nessas áreas devido a praticidade e amplitude. Se o modelo do piso for igual em todos os ambientes, diminui a sensação de ‘quebra’ de ambientes.
apartamentos pequenos sala de jantar
Apartamentos pequenos: cozinha americana
4 –  É importante usar sempre cores neutras. Elas ajudam a proporcionar uma sensação de amplitude e leveza, em apartamentos pequenos. Para quem gosta de cores fortes e vibrantes é melhor evitá-las pois pode diminuir ainda mais os espaços que já são pequenos. Coloque-as em detalhes como nas almofadas ou em mantas.
5 – Quanto mais claridade natural nos ambientes, melhor. Para dar destaque a peças decorativas e locais que precisam de mais iluminação, o ideal é usar pontos de luz embutidos no gesso direcionáveis. Os rasgos nos gessos com iluminação embutida estão em alta.
apartamentos pequenos sala de jantar
Apartamentos pequenos: sala de jantar

6 – Menos é mais. Quanto menos informação melhor, não abuse muito de quadros e acessórios. Eles podem poluir o ambiente e deixá-lo com aspecto de bagunça. Os tapetes também devem ser usados com parcimônia. Tome cuidado onde colocá-lo para não diminuir o espaço e tropeçar, o aconselhável é  apenas no home theater, se houver.
7 – Pratique o desapego. Não guarde o que não precisa. Aprenda que coisas entulhadas sem uso é energia negativa acumulada.

sábado, 29 de agosto de 2015

11 casas que unem o modernismo com a natureza

O sonho de infância de alguns se tornou realidade para outros. Casas nas árvores parecem um meio surreal de se morar, ainda mais no meio de turbulentas e grandes cidades. Mas graças a engenheiros e arquitetos, isso se tornou verdade para alguns cidadãos.
As casa não são propriamente construídas sobre a árvore. Com uma engenhoca diferente e tanto ousada os arquitetos construíram a casa ao redor de seus troncos.
Report
Report
As casas unem o moderno com a natureza
O site norte-americano ‘Bored Panda’ selecionou 11 casas que unem o modernismo com a natureza. E o mais importante. Evitam que as árvores fossem destruídas.

VOCÊ SABE COMO RECONHECER UM IMÓVEL DE ALTO PADRÃO?


VOCÊ SABE COMO RECONHECER UM IMÓVEL DE ALTO PADRÃO?


Independente da época em que o país está vivendo, imóveis de alto padrão espalham-se pelo Brasil. Atualmente não é mais necessário ter uma grande área construída para ser incluído no patamar de imóveis padrão classe A, mas nem sempre um imóvel pode ser considerado como tal.
  Voce sabe como reconhecer um imovel de alto padrao arquitete suas ideias (3)
Ainda são poucas as pessoas que podem pagar para viver em uma casa ou apartamento luxuoso, mas hoje em dia não é somente o valor que indica o padrão do imóvel.
Para começar, a localização é muito importante neste caso. De nada adianta um imóvel ser extremamente luxuoso se o local onde está inserido não tiver infraestrutura adequada ou segurança, por exemplo. Estar cercado por outros imóveis de alto padrão é um indicativo de que o bairro é considerado nobre.
Morar no centro da cidade está cada vez mais difícil principalmente pela falta de espaço e por isso apartamentos estão perdendo área privativa para ganhar área coletiva e são chamados de Studios. São imóveis menores, uns até com áreas de 30m², mas que são muito bem localizados e fornecem uma ótima infra estrutura para seus moradores.
Claro que existem imóveis que realmente possuem grande área privativa, mas nos casos dos prédios somente possuir uma área de lazer comum já não é mais suficiente. Espaços para seus animaizinhos de estimação brincarem, pet shops, cinemas, academias, piscinas aquecidas, spas, e até mesmo salões de beleza podem ser encontrados dentro de condomínios fechados para o deleite de seus moradores.
Voce sabe como reconhecer um imovel de alto padrao arquitete suas ideias (2)
A parte de serviços é o que mais atrai os clientes que podem pagam por imóveis que entram na casa dos milhões de reais. Mas locais considerados de altíssimo padrão possuem além de todos esses mimos, por vezes, profissionais especializados para cuidar dos seus moradores. Em um serviço chamado de concierge, há pessoas designadas especialmente para organizar a vida do morador, como uma secretária, que pode reservar uma mesa em um restaurante e até mesmo fazer e organizar as compras para aqueles que não podem perder tempo no dia a dia corrido do trabalho.
Para um consumidor deste nível, os detalhes são o mais importante. Eles estão sempre atentos ao mercado e nem sempre compram um imóvel pela questão da realização de um sonho, mas também como um investimento que pode ser renegociado no futuro, levando sempre a um bom negócio. Para este fim imobiliárias como a Axis 21 estão presentes no mercado para oferecer atendimento personalizado, com qualidade, privacidade e excelência.
Voce sabe como reconhecer um imovel de alto padrao arquitete suas ideias (1)
Os imóveis de alto padrão variam de R$9mil a R$16mil o metro quadrado. A partir desse valor são considerados de altíssimo padrão. Hoje os clientes de apartamentos ou condomínios fechados com casas, já não são mais somente casais maduros como antigamente, mas jovens executivos bem posicionados profissionalmente.  E independente da idade, todos eles procuram além de uma ótima localização e serviços, bom atendimento, segurança e principalmente exclusividade.

Startup cria chuveiro que reduz consumo de água em 70%

Durante um banho de oito minutos com um chuveiro convencional, gasta-se aproximadamente 65 litros de água. Para tentar reduzir essa quantidade e, de quebra, proporcionar uma experiência diferente, a Nebia - uma startup apoiada pela Apple - desenvolveu um sistema de ducha homônimo que economiza até 70% do volume de água.
nebia
Já foi à alguma cachoeira? Pelo jeito, o banho com o Nebia deve ser bem parecido com as cercanias de uma grande queda d’água. Por meio de uma tecnologia inovadora, o chuveiro consegue reduzir drasticamente a quantidade de água utilizada e a energia necessária para aquecê-la, além de criar uma “nuvem de vapor” com milhões de gotículas, resultando em uma área de cobertura maior que a dos chuveiros convencionais.
A startup lançou uma campanha de financiamento no Kickstarter pedindo US$ 100 mil e em apenas uma semana superou a marca de US$ 2 milhões arrecadados. O apoio maciço não é a toa. Enquanto a projeção é o que o valor do Nebia nas lojas gire em torno de US$ 400, os primeiros lances de contribuição levaram o dispositivo por US$ 249.

domingo, 23 de agosto de 2015

EM CASO DE HERANÇA, SE UM DOS HERDEIROS NÃO VENDER O IMÓVEL, O QUE FAZER?


EM CASO DE HERANÇA, SE UM DOS HERDEIROS NÃO VENDER O IMÓVEL, O QUE FAZER?

Saiba o que determina a lei e quem tem direito aos bens deixados pelo falecido.
É muito comum o desentendimento de herdeiros de imóveis com relação ao futuro do bem, e um dos mais comuns é a discussão sobre a venda, quando um ou mais herdeiros não querem se desfazer do (s) imóvel (is). Outra situação corriqueira é quando um dos herdeiros morava no imóvel com o falecido e depois da morte se nega a sair.
Primeiro, é preciso entender como  funciona a sistemática da sucessão e conhecer alguns termos usados nesse processo. Com a morte de uma pessoa, todos os seus bens formam o que se chama de monte mor (reunião dos bens deixados pelo falecido) e se tornam uma única coisa também chamada de herança.
As pessoas que têm direito de dividir os bens deixados, em regra, são os herdeiros, cuja própria lei estabelece quem são de acordo com a cadeia de sucessão ou aqueles informados em inventário. Existem outras pessoas que têm direito aos bens deixados, que são os legatários e recebem um bem específico e determinado indicado pelo falecido, que se chama autor da herança.
Para dividir os bens deixados, é preciso que se faça o inventário, sendo ilícito a divisão dos bens pelos herdeiros sem realização desse procedimento. Algumas transações, inclusive, se mostram impossíveis, como saques de valores depositados em instituições financeiras, venda de carros ou imóveis. Enquanto não for terminado o processo de inventário, nada pode ser dividido ou vendido, exceto em situações especiais e previamente autorizadas pelo juiz.
É por isso que, quando uma pessoa morre, nenhum dos herdeiros tem direito sobre os imóveis deixados. Não pode alguém que morava com o falecido, por exemplo, continuar ocupando o imóvel se os demais herdeiros não concordarem, mesmo que esta pessoa morasse junto com a que morreu a seu convite ou para cuidar dele enquanto vivo.
Por exemplo, um filho que morou durante anos com um pai ou mãe doente, cuidando dessa pessoa e dedicando-se exclusivamente a esta função, depois da morte da pessoa não pode permanecer no imóvel sem pagar aluguel caso os demais herdeiros não concordem com isso.
Nesses casos, os herdeiros que não concordam com a permanência daquele único no imóvel sem pagamento de aluguéis podem exigir judicialmente essa cobrança ou ainda a imissão na posse do imóvel, com a retirada forçada do morador.
Existe apenas uma exceção a esta regra: quando um dos herdeiros for cônjuge do falecido. Isso porque, independente do regime do casamento, o cônjuge sobrevivente tem direito real de habitação no imóvel destinado  à residência da família, de forma gratuita, sem que os demais herdeiros possam vendê-lo ou alugá-lo a terceiros. Se houver mais de um imóvel a inventariar, somente o de moradia não poderá ser objeto de negociações.
Quando há discordância quanto a venda do imóvel, caso um ou mais herdeiros se recusem a vendê-lo, a lei estabelece que os interessados na venda poderão fazê-lo por meio de decisão judicial.
Neste caso, o (s) interessado (s) na venda devem notificar o herdeiro que se recusa a vendê-lo sobre a intenção de venda. Caso este não se manifeste no prazo concedido, então será necessário ingressar com uma ação judicial na qual o juiz determinará a avaliação e venda do imóvel.
Por força de lei, os herdeiros têm preferência para comprar as partes dos demais, pelo preço da avaliação. Caso nenhum se interesse, pode haver um leilão para a venda. Alienado o imóvel, será feita a divisão do valor da venda entre os herdeiros.
É importante ter em mente que o ideal é um acordo entre os envolvidos, pois processos judiciais sempre têm custo e costumam demorar e, ao final, independente da resistência oferecida, o imóvel será vendido se essa for a vontade de um ou mais herdeiros.

sábado, 22 de agosto de 2015

corretor sabe tudo..

                          A verdade é que o mercado imobiliário vive se reciclando. E você, corretor de imóveis, tem se reciclado?
Se você já sabe de tudo, não é necessário ler este texto. Mas, se você reconhece que há situações na profissão em que é necessário melhorar, continue sua leitura e estará mais próximo do sucesso.
A verdade é que o mercado imobiliário vive se reciclando. E você, corretor de imóveis, tem se reciclado? Muitos profissionais, pelos ótimos resultados do passado, são inflexíveis quanto às novidades de mercado e aos novos tipos de negócio. Acreditam que existe apenas uma forma de ter sucesso: a própria. Neste caso, a chance de cometer erros é grande.
Este pensamento não é mais compatível com o momento do mercado. A troca de experiências e a ambição de enfrentar novos desafios são características presentes nos corretores de imóveis de sucesso. Reconhecer quando não se está no caminho certo não é demérito, mas sim sinal de crescimento, de deixar as antigas práticas para conhecer o novo.
Com a entrada de novos profissionais no mercado de imóveis aliada às novidades da tecnologia, surgem outras modalidades de negócios, como o investimento maior em portais imobiliários, por exemplo. Não só mudam as ferramentas de negócio, como também a linguagem e o vocabulário com o público.
O corretor de imóveis inteligente enxerga o mercado de maneira ampla e vê nas novas ferramentas grandes oportunidades de desenvolvimento e captação de clientes. Para muitos, entender um aplicativo pode ser uma tarefa muito complexa. Em vez de evoluir profissionalmente com um novo conhecimento, preferem continuar na mesma linha de trabalho.
Mas, hoje é dia de deixar o Corretor Sabe-Tudo de lado para dar lugar ao Corretor de Sucesso. Você está disposto?

Veja o que o corretor de imóveis pode fazer para se reciclar e se destacar no mercado imobiliário:

Faça cursos presenciais e online

Ao participar de cursos, palestras e debates, você tem a chance de conhecer pessoas
Ao participar de cursos, palestras e debates, você tem a chance de conhecer pessoas que, como você, querem se desenvolver e aprender novos conceitos. Além disso, você tem a oportunidade de saber o que está dando certo no mercado imobiliário e o que não está. No final, seu networking estará maior, assim como o seu conhecimento.

Não despreze informações

Ao ouvir sobre uma novidade, seja um aplicativo, uma nova rede social, um novo jeito de entender o cliente, ou qualquer outra informação, não descarte imediatamente, pois elas podem ser úteis a você e ao seu negócio. Entender outras formas de pensar é imprescindível para o sucesso, pois este novo pensamento pode ser tendência para o futuro.

Não tire conclusões rapidamente

Da mesma maneira, procure não tirar conclusões precipitadas, você pode quebrar a cara! Quantas vezes tivemos certeza de algo, que depois vimos que não era a verdade absoluta? Procure ser imparcial e esteja aberto a novos conceitos. Só tire conclusões reais a partir de uma análise profunda e com provas reais.

Visite blogs e sites

Corretor Sabe-Tudo: Ainda há espaço para eles?
A informação através da internet corre mais rápido do que imaginamos. Manter-se atualizado através de blogs e sites especializados é uma ótima maneira de estar por dentro das novidades. Por isso, siga as redes sociais dos portais, construtoras, imobiliárias, influenciadores e profissionais de marketing digital imobiliário e outras empresas que orbitam ao redor do segmento imobiliário, pois podem lhe acrescentar informações imprescindíveis para o seu negócio.

Tire suas dúvidas

Não hesite em questionar quando houver dúvidas. A reciclagem na profissão só acontece quando conhecemos novas possibilidades. Como em qualquer novidade, é normal que surjam dúvidas e não há problema em questionar sobre determinado assunto. O erro está em guardar para si as perguntas. A consequência não será só sobre você, corretor de imóveis, mas também sobre o cliente, que receberá suas informações.

Cuidado com a zona de conforto

Corretor Sabe-Tudo: Ainda há espaço para eles?
A zona de conforto é uma das maiores inimigas do corretor de imóveis. Por ser um trabalho em muitas vezes solitário, é fácil se distrair e perder tempo com outras atividades que não são pertinentes à profissão. Planeje o seu dia em um papel, com locais para visita, horários e metas. Tente o máximo não se desviar do seu cronograma.

Invista no seu melhor

Você escolheu a profissão de corretor de imóveis. Você já sabe em qual área da corretagem quer atuar? Alguns corretores possuem mais facilidade em lidar com locação. Outros, preferem venda de imóveis de alto padrão. Existem também os que lidam melhor com imóveis de lazer, como sítios e chácaras, por exemplo. Seja qual a especialidade, o importante é ser competente naquilo que faz. Hoje não é o maior e nem o mais rápido que vence, mas sim o que tem mais conhecimento.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

BÔNUS DE R$ 2.000,00 NA COMPRA DO ITAPARICA CONNECTION PARA ARMÁRIOS DE COZINHA.

Promoção no Stand do Itaparica Connection comprou um ap 2 quartos ganhou Bônus de R$ 2.000,00 para armários de Cozinha, promoção somente da Imobiliária Anderson Martins.
www.andersonmartins.com


domingo, 16 de agosto de 2015

Procura de estrangeiros por imóveis no Brasil

Dólar em alta e preços em queda impulsionam a procura de estrangeiros por imóveis no Brasil.

                  Vista aérea do Rio de Janeiro, onde o mercado imobiliário já reflete os impactos da crise (Foto Michael Regan/Getty Images/VEJA)
    Vista aérea do Rio de Janeiro, onde o preço dos imóveis está em queda.
Desde o ano passado, o mercado imobiliário sofre as pressões da crise econômica e da alta do dólar. Os preços dos imóveis, que vinham subindo desde o boom de 2010, começaram a registrar queda neste ano, com reajustes abaixo da inflação. Isso se reflete na mudança de perfil dos compradores, com cada vez mais estrangeiros interessados em fechar negócios no país e mais brasileiros querendo adquirir imóveis no exterior.
Nos imóveis à venda no país, os preços caíram como um esforço para atrair interessados. O índice FipeZap divulgado ontem mostra que a queda já chega a 5% do valor dos imóveis anunciados desde o início do ano. O número considera o aumento médio de 1,5% no preço do metro quadrado descontada a inflação acumulada, de quase 7% no período.
Cinco das 20 cidades pesquisadas tiveram queda nominal de preços na comparação com o ano passado: Niterói, Belo Horizonte, Vila Velha, Curitiba e Rio de Janeiro — esta última segue em tendência de baixa mesmo sendo a dona do metro quadrado mais caro do país, 10.631 reais, em média.
A exato um ano do início da Olimpíada, uma cobertura de cinco quartos no Leblon posta à venda inicialmente por 23,8 milhões de reais baixou neste mês para 19,5 milhões de reais, numa redução de 18% do valor. É o movimento inverso do ocorrido durante o boom, quando, em apenas um ano, os imóveis cariocas novos tiveram valorização de 40%, segundo dados da consultoria JP Morgan.
De acordo com Frederico Judice Araujo, sócio da imobiliária Judice Araujo, especializada em imóveis de alto padrão no Rio de Janeiro, são vários os casos de redução de preços. E, com o dólar ameançando atingir 4 reais, comprar apartamento no Brasil virou um bom negócio para estrangeiros. Para facilitar e acelerar essas negociações, duas das mais famosas e tradicionais casas de leilões do mundo, as britânicas Christie´s e a Sotheby’s, expandiram suas atividades no mercado imobiliário brasileiro.
Na Judice Araujo, a procura internacional por imóveis cariocas aumentou 22% em relação ao ano passado. A imobiliária é parceira da Chirstie’s International Real State, responsável por intermediar compra e venda de imóveis de luxo no mundo todo. Neste ano, a Chirstie´s passou a operar também com imóveis em São Paulo, após acordo firmado com a imobiliária Axpe, de imóveis especiais. Principal concorrente da Chirstie´s, a Sotheby´s International Realty também resolveu investir no país. Aliou-se à imobiliária paulistana Bossa Nova para oferecer residências brasileiras à sua clientela internacional.
De acordo com Rick Moser, vice-presidente da Christie´s para América Latina e Caribe, o atual cenário cria uma via de mão dupla. “Há tanto estrangeiros querendo comprar no Brasil quanto milionários brasileiros buscando imóveis fora do país como forma de se proteger da inflação e da desvalorização cambial”, diz. No geral, os estrangeiros recorrem à Christie´s em busca de imóveis no Rio de Janeiro enquanto os paulistanos pesquisam imóveis no exterior.
Segundo o proprietário da imobiliária Axpe José Eduardo Cazarin, cerca de cinquenta clientes brasileiros bateram à sua porta desde o início do ano interessados em comprar casas e apartamentos em Portugal. O destino ganha popularidade entre os brasileiros pelos preços e pela facilidade da língua. A compra do imóvel é também uma maneira de conseguir viver no país, já que proprietários de imóveis no valor de 500 mil euros ganham o “visto gold”, permissão para circular livremente pelos países da União Europeia e tornar-se residente depois de cinco anos.
Assim como refletiu o bom momento econômico de 2010, o mercado imobiliário já demonstra a gravidade da crise atual. É esperar para ver até onde a maré vai baixar.

Sustentabilidade..


sábado, 15 de agosto de 2015

2 quartos novinho ed. Celebration R$ 249 mil

Uma área de lazer completa na cobertura! O Celebration, além de oferecer diversas opções de lazer, fica pertinho do mar de Itaparica.
E no Festival de Imóveis os apartamentos estão preços especiais, a partir de R$ 249 mil. Converse com um dos nossos corretores: